26 de mai. de 2019


[Resenha] Esse Duque é Meu - Eloisa James

Ficha Técnica 

Título: Esse Duque é Meu
Título Original: The duke is mine
Autor: Eloisa James
ISBN: 978-85-8041-942-9
Páginas: 320
Ano: 2019
Tradutor: Livia de Almeida
Editora: Arqueiro
QUINTO E ÚLTIMO VOLUME DA SÉRIE CONTOS DE FADAS. Nas mãos de Eloisa James, autora de best-sellers do USA Today e The New York Times, os contos de fadas que amamos quando crianças assumem uma nova vida vibrante e sensual. Era uma vez, numa época não muito distante… Para Olivia Lytton, seu noivado com o duque de Canterwick é mais uma maldição do que uma promessa de ser feliz para sempre. Pelo menos o título de nobreza dele ajudará sua irmã, Georgiana, a garantir o próprio noivado com o carrancudo – e lindo – Quin, o duque de Sconce, um par perfeito para ela em todos os sentidos. Quer dizer, menos em um, porque Quin está apaixonado por Olivia. A curvilínea, teimosa e inconformista irmã gêmea de sua noiva desperta um desejo desconhecido nele. Mas Quin nunca coloca a paixão à frente da razão, e a razão lhe diz que Georgiana é a noiva perfeita. Quando eles não conseguem resistir à paixão, correm o risco de colocar tudo a perder – o noivado de Olivia, a amizade dela com a irmã e o próprio amor dos dois. Agora só há uma coisa capaz de salvá-los, e ela espera no quarto, onde um magnífico colchão guarda respostas transformadoras ao enigma mais romântico de todos. No quinto livro da coleção Contos de Fadas, Eloisa James traz de volta à baila uma pergunta antiga: será que a perfeição tem alguma coisa a ver com o amor?

Resenha


No quinto e último livro da série Contos de FadasEloisa James traz uma história inspirada no conto A Princesa e a Ervilha.

A Srta. Olivia Mayfield Lytton é a filha mais velha - por apenas sete minutos - do Sr. e da Sra. Lytton e por isso, desde seu nascimento está prometida em casamento ao marquês de Montsurrey, herdeiro do duque de Canterwick. Ainda que não tenha um título de nobreza, o Sr. Lytton teve a oportunidade de estudar e, Eton quando garoto, o que lhe permitiu conhecer e desenvolver uma amizade com o duque de Canterwick, levando os jovens a fazer um acordo de casarem seus primogênitos. O problema começou no fato de que o Sr. Lytton casou e logo teve duas filhas gêmeas - Olivia e Georgiana - enquanto o o único filho do duque nasceu apenas cinco anos depois das garotas.

Para garantir que Olivia fosse uma duquesa perfeita, os pais investiram em uma educação diferenciada para as garotas desde muito cedo, assim, ainda que a prometida fosse Olivia, eles estenderam a educação à Georgiana, sabendo que não poderiam confiar no destino quando o futuro da família estava em questão. Assim, não apenas Olivia como Georgiana passaram pela "duquesificação", tornando Olivia a perfeita futura duquesa e Georgiana longe de conseguir um bom casamento, afinal, os rapazes não estavam interessados em mulheres que poderiam conversar sobre qualquer assunto além de gerir uma casa e a família Lytton certamente não tinha mais condições de oferecer um dote para garantir o casamento da caçula depois de uma vida de investimentos e do dote de Olivia.
— Não importa - disse Georgiana, com indiferença. Enxugou uma lágrima. — É a duquesificação, Olivia. Nenhum homem quer se casar com uma pudica que age como se fosse uma viúva de 95 anos. E — ela soltou um soluço — parece que não consigo me comportar de forma diferente.
P. 16
Embora as duas tenham passado pela mesma educação, a mãe vê Georgiana como sendo a mais "perfeita" para o papel de duquesa: aceita muito melhor as regras, não revida suas orientações e é muito mais magra do que Olivia. Mas, embora Olivia não tenha as qualidades que a mãe gostaria que tivesse e não tenha nem um pouco de vontade de casar com Rupert - que, além de ser mais novo, é imaturo e lento no raciocínio - sabe que esse é o único caminho que pode tomar e que essa é a solução para conseguir um dote para sua irmã. Porém, o convite da duquesa viúva de Sconce para que as irmãs visitem Littlebourne Manor, residência da família em Kent, é a chance de Georgiana conseguir um duque para ela.

Tarquin Brook-Chatfield é o duque de Sconce e, mesmo tendo apenas 32 anos, já é um viúvo. Depois do desastre do seu primeiro casamento, sua mãe, autora do livro O espelho dos elogios - que ajudou a Sra. Lytton na educação de suas filhas - decidiu que ela escolherá a próxima esposa de Quin para que ele não cometa o mesmo erro de se deixar levar pelas emoções nessa tarefa. Mas como Olivia caiu nessa história inesperadamente como acompanhante da irmã e noiva de um marquês, claro que as emoções estarão afloradas.
Claro que não era desejo. Ninguém podia sentir isso, não por ela.
Era uma mulher gorducha, nem tão jovem assim, sem nada mais que a recomendasse além de seu noivado com o herdeiro de um duque.
P. 77
Durante todo o livro fica claro como a busca pela perfeição conduz os personagens e como ela é totalmente questionável. Enquanto Quin vive uma vida baseada na ausência de emoções fortes, porque duques não são emocionais e sim racionais, Olivia é cobrada para ter um comportamento irrepreensível e um corpo que seja adequado a posição que ocupará. Claro que para Quin o corpo e o modo como Olivia encara a vida são o que mais o atraem e com ela ele perceberá que deixar que as emoções o conduza não é tão ruim como sempre lhe disseram.

Para mim, o encerramento dessa série foi muito bom e, mesmo eu não conhecendo muito o conto que inspirou a história, fica clara a referência em muitos momentos. Adorei os personagens e, se ainda tivessem mais livros da série, queria muito uma história para a Georgiana, ela me intrigou bastante nos últimos capítulos.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

  1. Vou confessar que também não conhecia o conto que inspirou mais esta obra da autora, mas pelo que li acima, ela conseguiu concluir a série com chave de ouro, trazendo mais uma vez, um romance leve, descontraído e de época.
    A autora foi feliz demais em misturar contos de fadas e romances de época e a cada livro lançado, ela seduziu mais e mais leitores!
    Lerei sim, junto com os demais!!!
    Beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações