11 de mai. de 2019


[Resenha] O Presente Inesperado - Tessa Dare

Ficha Técnica 

Título: O Presente Inesperado
Título Original: Once Upon a Winter's Eve
Autor: Tessa Dare
ISBN: 978-85-8235-553-4
Páginas: 112
Ano: 2018
Tradutor: A C Reis
Editora: Gutenberg
Algumas flores desabrocham à noite… Violet Winterbottom é uma jovem tímida, que fala seis idiomas, mas raramente levanta a voz. Sofreu uma dura decepção amorosa em silêncio total e ainda não existem cavalheiros batendo em sua porta. Não até a noite do baile de Natal de Spindle Cove, quando um estranho misterioso irrompe no salão de festas e desaba aos seus pés. Os trajes grosseiros, molhados e cobertos de sangue, a “boa” aparência do sujeito – que beirava à indecência –, e a língua estrangeira que ele falava deixariam qualquer jovem cheia de cautela. Qualquer uma, menos Violet, a única que soube desde o primeiro instante que ele não era o que aparentava, e que tem apenas uma noite para extrair os segredos daquele homem perigosamente atraente. Seria ele um contrabandista? Um fugitivo? Espião das forças inimigas? Violet precisa das respostas até o nascer do sol, mas seu prisioneiro prefere tentar seduzi-la a se confessar. Para descobrir o que ele esconde, a jovem donzela precisará revelar seus próprios segredos e se abrir para a aventura, paixão e o impensável… amor. Mas, cuidado! A heroína está armada, o herói pragueja em múltiplos idiomas e, juntos, aquecem uma fria noite de inverno.

Resenha


Gente, quem acompanha o blog viu que logo depois que a Tessa Dare veio ao Brasil durante a Bienal do Livro a Gutenberg confirmou a publicação de duas novelas da série Spindle Cove, Uma delas vocês já leram aqui, Uma Chance Para o Amor, e a outra conhecerão hoje.

Em uma ordem cronológica, essa novela se passa logo depois do primeiro livro da série, Uma Noite Para se Entregar, ou seja, apenas temos o Susanna Finch e Lord Rycliff como casal e essa história se inicia na festa de Natal na casa de Sir Lewis Finch, pai de Susanna, onde todos estão comemorando e Violet mais uma vez está em um canto observando todos.

Violet Winterbottom é uma jovem tímida que sempre ficou nos cantos dos bailes observando tudo, mas, principalmente, observando Christian Pierce, o terceiro filho de um duque, seu vizinho e seu amor. Secretamente Violet sempre sonhou com o dia em que Christian a notaria e se descobriria apaixonado por ela. Mas sem que ela fizesse muito para ser notada, realmente era algo difícil de acontecer. Entretanto, um dia ele a notou, mas quando tudo parecia perfeito, veio A Decepção e, desde então, ela vive em Spindle Cove.
Violet deu de ombros. Na aparência, não se encaixava na definição de garota tímida. Era uma jovem de boa família, possuidora de um dote generoso, e era, se não uma beleza mitológica, pelo menos agradável sob a luz de velas. Seus talentos em música e desenho não mereciam alarde, mas ela falava seis línguas modernas e era capaz de ler várias outras mortas. Violet não era desajeitada nem possuía qualquer tipo de doença. Tampouco tinha a língua presa.
Ainda assim... passava muito tempo pelos cantos. Mais do que nunca desde o que ela intitulava como A Decepção.
P. 07-08
Porém, um ano vivendo lá foi o limite para sua família, que exige seu retorno imediato à Londres, e por isso essa festa de Natal na residência de Sir Finch é sua despedida da Enseada das Solteironas. E foi digna de um romance policial, com a chegada de um estranho que não fala inglês e que praticamente desmaia aos seus pés.

Claro que sendo uma das poucas pessoas de Spindle Cove capaz de tentar descobrir qual a língua do estrangeiro e talvez se comunicar com ele, Violet ficará encarregada de tentar descobrir quem é esse homem misterioso, que a intriga com a semelhança - e ao mesmo tempo que não parece - com Christian.

Enquanto Violet tenta descobrir o mistério que envolve esse homem, veremos o que aconteceu com ela no passado e como sua estadia em Spindle Cove mudou sua vida, ajudando-a a se encontrar como pessoa, a se tornar mais forte e decidida. Assim como saberemos os segredos do homem misterioso.
— (...) Estamos em Spindle Cove. Quem disse que precisamos esperar uma atitude dos homens? Talvez seja melhor fazermos algo, em vez de esperar sermos notadas.
P. 10
Assim como a outra novela publicada, a história é curtinha e deixa a gente com gostinho de quero mais, mas, ao contrário da outra que tinha muito mais comédia, nessa tem mais o mistério, que nos envolve até o fim para saber como ela terminará.

Claro que adorei mais uma vez poder retornar à Spindle Cove e reencontrar essas damas não aceitas pelas regras da sociedade londrina do século XIX, que tentam viver em um mundo onde são consideradas, no mínimo, excêntricas.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

  1. Tessa é realmente um dos grandes nomes dos romances de época e parece que a cada novo trabalho lançado, ela se supera!
    Tenho namorado este livro já tem um tempinho, até pela capa que é lindíssima e por trazer mais uma vez, um enredo leve, gostoso e apaixonante!!!
    Gosto muito disso do amor construído pouco a pouco!
    Lerei!!
    Beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações