3 de jun de 2019


[Curiosidades] Romances de Época - Vestuário


No ano passado eu e algumas amigas apresentamos o Clube do Livro Leitura e o tema foi Chá da Tarde, onde falamos dos nossos amados romances de época. Com isso, surgiu a vontade de compartilhar aqui algumas curiosidades que descobrimos com nossas pesquisas. Primeiro foram os vídeos da Silvia Spadoni e da Lucy Vargas, falando rapidamente sobre o motivo de escreverem romances de época e agora vamos falar de moda 😉.

Muitos dos livros que já li são do início do século XIX e concentram-se na Era do Império (1804-1815), na Era da Regência ou Era Georgiana (1811-1820) e na Era Vitoriana (1830-1900), então vamos ver um pouco como era a moda nessas épocas, certo?!

Na Era do Império a moda foi inspirada na Grécia antiga, assim, os trajes pareciam ter sido criados para um clima tropical e, de fato, a Europa estava passando por uma época de temperaturas mais altas que o norma.

As mulheres usavam uma espécie de camisola leve, decotada que ia até os tornozelos com uma saia de formato em "A", tinha cintura alta (logo abaixo do busto) e pequenas mangas bufantes. Os trajes diurnos poderiam ter golas, mangas e nenhum enfeite, para a noite, poderiam ser incluídos enfeites em renda, decotes, volumes extras na parte de trás, luvas longas e sem falar nas cores, as mais claras para as jovens e escuras para as senhoras e sem falar no branco, que como já sabemos dos livros que lemos, refletia o status da dama, pois, uma vez que é uma cor que suja com facilidade, eram usados a noite, em bailes com outros adereços. Quanto à transparência do vestidos, havia nessa época um tipo de pantalona que ia até o tornozelo em tom nude, que era a lingerie das damas. O corset era usado sem apertar e apenas por uma minoria de mulheres que desejavam parecer mais magras.

 

Como acessórios, os rufos (espécie de xale) voltaram à moda em tamanhos discretos e era uma peça fundamental para as mulheres elegantes. Além disso ainda tínhamos as luvas, sombrinhas, leques e retícula. As mulheres usavam sapato estilo sapatilha ou bailarina e seus cabelos era presos, repartidos no meio, com cachos e, quando saíssem às ruas, deveriam usar bonnets, com abas largas nas laterais, cobrindo as orelhas.

sapatos
bonnets
Os homens passaram a usar o estilo dandi, com casimira e as roupas ajustadas ao corpo, que se tornaram a essência da elegância. O dandismo pregava a simplicidade na roupa masculina, peças sem bordados, tecidos lisos, cores primárias, uma elegância refinada, sóbria, era um claro repúdio à extravagância e ostentação da geração anterior. Os trajes dandis eram muitas vezes composto pelas  peças: casaca, colete, calções, casacos, um de cada cor. Os coletes eram curtos e de corte quadrado. Os botões ficavam abertos pra mostrar o babado da camisa.

 

Durante o dia usavam-se calções justos por dentro das botas de montaria. À noite, meias de seda com scarpins. Também podiam usar calças largas que não mostravam o contorno das pernas. O colarinho da camisa era virado pra cima, com as duas pontas projetadas sobre o rosto, firmadas por um lenço chamado de plastrom, que eram quadrados de gaze, musselina ou seda dobrados em forma de tira e enrolados em volta do pescoço. Essa tira, de tão dura, tornava quase impossível virar ou abaixar a cabeça, o que contribuía para a fama arrogante do dandi. Com cabelos curtos, usavam cartolas ou chapéu bicorne e ocasionalmente tinham costeletas ou bigodes. Nessa época iniciou-se o uso da bengala como novo símbolo de elegância. 

 

Na Era da Regência ou Era Georgiana as roupas femininas começaram a adquirir um ar romântico. As mangas passaram a ter enchimentos nos ombros, revivendo a estética renascentista, os corsets em formato "pontudo" voltaram de forma gradativa e definitiva, as saias adquiriram formato de cone e ficaram mais pesadas com babados e adornos nas barras. Consequentemente, as anáguas voltaram a ser usadas em grande quantidade para sustentar o formato e o volume das saias.

Os chapéus e os penteados tornaram-se mais elaborados para equilibrar o alargamento das saias. Sobretudos e capotes também se tornaram moda, muitas vezes contrastando com golas de pele ou veludo.

Para os homens, o estilo dandi se manteve e a silhueta masculina passa a manter a cintura fina, com o uso de corsets, ombros largos e os quadris curvilíneos.

 

 

Na Era Vitoriana teremos o retorno do estilo medieval, ou seja, as roupas ganharam mais volume. Os corsets foram trocados por espartilhos super apertados (que inclusive levaram a algumas deformações no corpo das mulheres daquela época) e as saias, que tinham apenas algumas anáguas, tiveram a adição das crinolinas (sério, não sei como elas faziam para se sentar com esse negócio).

crinolina


As roupas tinham mangas compridas e em cores claras, como as da rainha Vitória, mas quando esta ficou viúva as damas também passaram a usar cores escuras. As mulheres usavam também xales, chapéus grandes e decorados, cabelos cacheados e maquiagem pálida, mas com olhos e boca muito marcados.

Apenas no final desse período há diminuição das saias femininas, com a frente reta e volume atrás.

Anquinha
Para os homens, esse período foi de vestimenta clássica: com traje de alfaiataria (fraque, casaca, colete e calça), cartola, bengala e barba e bigodes grandes.


E aí, o que acharam dessas curiosidades? Vendo essas imagens e enquanto li as descrições percebi o quanto eu imagino os personagens dos romances de época completamente diferente desses aqui 😂😂😂😂 E vocês, imaginavam assim?

Créditos de fotos e pesquisa: Moda HistóricaEfêmera BelezaModa nos Séculos e Moda História
Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

  1. Simplesmente adorei!!!!
    Romances de época além de trazerem os ditos romances, bem trabalhados, com costumes da época, tradições, traz também todo um mundo diferente, seja na parte do vestuário, na parte do ser de cada um.
    Amei ver cada imagem acima e oh, como queria ter nascido nesta época..rs
    Beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações