22 de jun de 2019


[Resenha] Encontre-me ao Entardecer - Lucy Vargas

Ficha Técnica 

Título: Encontre-me ao Entardecer
Autor: Lucy Vargas
ISBN: 978-85-68056-88-2
Páginas: 324
Ano: 2019
Editora: Charme
Eloisa pensou que tinha tudo: os melhores amigos e o amor de sua vida. Mas foi preciso apenas uma tarde fatídica para desiludir todos e causar uma reviravolta em seus destinos. Nada será como antes. Com tantos laços quebrados e sonhos destruídos, parece impossível lutar. Como segundo filho do duque, Eugene decide trilhar seu próprio caminho, e parte para a guerra contra a vontade do pai. Mas acaba salvando o irmão e retorna com o corpo machucado e a alma despedaçada. Para voltar a andar, terá uma nova batalha para vencer. A última coisa que deseja é se envolver nos dramas da prima de seu melhor amigo, mas isso faz sua vida tomar um novo rumo. Quando se reencontram, Eugene está decidido a trazer de volta a jovem que o salvou da amargura. Porém, Eloisa mudou muito e terá de tomar a decisão mais importante de sua vida.

Resenha


No final do conto Um Amor Para Lady Ruth, da série Os Preston, Lucy mencionou que seu próximo livro seria da Srta. Sem-Modos, uma das integrantes do Grupo de Devon e que esse livro iniciaria uma nova trilogia - Rosa Entre Margaridas - e só depois voltaríamos aos Preston e o tão aguardado livro da Lydia. Então, enquanto esse livro não chega, me diverti bastante com a história de Lady Eloisa Durant.

Eloisa é filha única do barão de Perrin e sempre viveu na propriedade rural da família com o pai e a tia - Rachel - com muita liberdade para andar pelos campos e se encontrar com os amigos - e vizinhos - Georgia Burnett, Christopher Burnett e Thomas Dunn. Os quatro sempre foram inseparáveis e com o tempo a amizade entre Eloisa e Thomas se transformou em um romance e ela tinha certeza de que seu futuro seria casar-se com ele, tornar-se a futura condessa de Brutton e passear pelas terras sem que ninguém pudesse repreendê-los. Faltava apenas Thomas fazer a proposta.

Uma das atividades no campo era a visita aos vizinhos, principalmente quando algum deles estava recuperando a saúde, assim, Eloisa alterna seus encontros com os amigos com as visitas ao seu vizinho, lorde Eugene Harwood, melhor amigo de seu primo Ingram - filho de tia Rachel e futuro barão de Perrin. 

Eugene é o segundo filho do duque de Betancourt e cortou relações com a família quando decidiu ir para a guerra, o que fez com que os dois herdeiros do duque estivem em risco. Com seu retorno debilitado, mal conseguindo andar, e a iminência da morte do irmão, Eugene continuou em sua casa no campo, acompanhado apenas do amigo, Ingram - que também voltou ferido, mas não na mesma proporção - e a governanta da casa. Ou seja, seu humor não estava nos seus melhores dias, com muita dor, tentando se recuperar, mas as visitas de Eloisa eram algo diferente do que ele poderia esperar.

Para Eloisa, tudo corria perfeitamente bem até que, em uma tarde, seu futuro perfeito traçado cuidadosamente desmoronou e ela se viu obrigada a mudar seus planos, querendo ou não.

Dois anos se passam até que Eugene e Eloisa se reencontrem e aí ela já é uma das integrantes do Grupo de Devon e ele o visconde de Hosford, entretanto, parte do que ela foi no passado parece ter ficado lá atrás.
— Bem, eu vim justamente para vê-la. Não sei em que pé isso nos coloca, mas acredito que esteja falando sério. Mas eu queria reencontrá-la porque tinha absoluta certeza de que sua versão adulta seria formidável, e eu não podia passar nem mais um dia sem conhecê-la.
P. 134
Em Londres com a tia e as amigas dela, as Margaridas, como eram conhecidas, Eloisa aproveita ao máximo os bailes que frequenta e a vida na Sociedade, mas, mesmo aos vinte anos, ela não parece estar buscando um casamento e o retorno de Eugene irá abalar parte dessa certeza.
Ele foi até ali por ela, levado por algo que desabrochara em seu coração lá no campo, e não ia deixar isso se enterrar. Era um sentimento que ele nunca sentiu antes e levou muito tempo para reconhecer e mais ainda para aceitar. Já se achou tolo por ser instigado por sentimentos, mas este lhe ajudou a superar algumas barreiras; até pouco tempo, não teria coragem de sequer tentar convencê-la a ter uma vida ao seu lado.
P. 154
Além das história de Eloisa, poderemos ver superficialmente alguns integrantes do Grupo de Devon, e até o conde de Havenford, da série Warrington, apareceu por aqui, mas o que mais me chamou a atenção foram os personagens do núcleo de Eloisa, seus amigos - principalmente os primos Georgia e Christopher -, Ingram, Rachel e suas amigas. Não sei o que Lucy está planejando para essa trilogia, mas eu queria muito um livro do Ingram, da Georgia e do Christopher 😍.
— Você sempre acreditou em mim. Sempre me levou a sério, mais do que todos os outros. Mesmo quando queria me mandar embora ou falava comigo como o comandante do regimento. Assim como sabia que, naquela época, eu era tola e infantil demais para você sequer considerar.
— Assim como eu estava amargo e vazio demais para merecê-la. E mesmo assim você vinha iluminar meus dias. 
P. 218
Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações