26 de jun. de 2019


[Resenha] Um Beijo Sob as Estrelas - Silvia Spadoni

Ficha Técnica 

Título: Um Beijo Sob as Estrelas
Autor: Silvia Spadoni
ISBN: B07P5TCTS1
Páginas: 304
Ano: 2019
Editora: Independente
Drake Morgan está prestes a conquistar o lugar que sempre sonhou na sociedade. Tudo parece perfeito até que um desastre destrói seus sonhos. Abandonado por todos e perseguido por dívidas, ele foge, mas promete voltar para recuperar o que é seu e ter a sua vingança. Annie é uma jovem em fuga. Envolvida em um homicídio, ela precisa escapar, mesmo sendo inocente. Quis o destino colocá-la no caminho de Drake, um homem que possui o desejo de vingança em suas veias, mas que se torna a sua melhor opção para sobreviver. Depois de anos, Drake está prestes a se vingar por tudo que passou, porém, o destino tem outros planos para ele. Colocados frente a frente pelas circunstâncias, Drake e Annie precisarão confiar um no outro para conseguirem o que querem. Mas como confiar em alguém sem saber quem realmente a pessoa é?

Resenha


Um Beijo Sob as Estrelas traz mais um romance de época incrível da Silvia Spadoni, que iniciará sua história no ano de 1784, em Londres.

Aos 25 anos, Drake Morgan é sócio do pai na Companhia Marítima Morgan, uma companhia ousada e em plena ascensão. Ao contrário das outras companhias, a Morgan era proprietária de todos os seus navios, ou seja, o risco era maior, mas o lucro era proporcional. Além disso, pelo apoio à Coroa na Guerra da Independência, Raymond Morgan foi agraciado com o título de Sir, mas para a família de fato ser aceita pela aristocracia inglesa, Drake planeja casar-se com lady Poppy Campbell, filha do visconde de Cornell, por quem sente um grande carinho.

Entretanto, a vida de Drake mudará drasticamente quando a ganância e a inveja fazem com que a companhia perca seu navio mais importante e com ele uma carga imprescindível para a saúde financeira da empresa. Para piorar, além das imensas dívidas que precisará quitar, Drake vê a vida do pai se esvair de seu corpo pelo desespero da situação e a jovem que logo seria sua noiva lhe virar as costas.

Com a certeza de que foi alvo de sabotagem e decidido a descobrir quem foi o responsável pela tragédia que, além de tudo, levou seu pai a morte, Drake decide fugir da Inglaterra, afinal, se fosse preso logo seria levado à forca e o mandante do crime ficaria impune.
O mundo que ele conhecia deixaria de existir, nada mais seria o mesmo... Ele estava completamente só!
Posição 8%
Sete anos se passam até que Drake pise novamente em solo londrino para dar início ao seu plano cuidadosamente traçado para descobrir quem foi a pessoa que arruinou sua vida e para reconquistar seu lugar perante a sociedade. Agora ele é um homem do mar e é nesse breve retorno que seu caminho cruzou com o de Annie MacGiver.

Annie é uma jovem criada de apenas 19 anos que há sete trabalha para lady Belinda Heyes. Inicialmente admitida como criada de quarto, logo passou à dama de companhia quando lady Heyes descobriu que ela sabia ler. Sua vida era mais do que satisfatória: tinha um emprego, um teto para morar e comida para se alimentar, o que mais poderia querer? Porém, o misterioso assassinato de sua empregadora e a acusação que recaiu sobre ela de ser a assassina a fez fugir e seu único objetivo é provar sua inocência antes de ser encontrada. Pensando em sair da Inglaterra pelo mar, Annie e Tim  - um garoto que ela encontrou nas ruas e passou a trabalhar também para lady Heyes - foram para o porto, com Annie disfarçada de garoto para não chamar tanta atenção.

Em uma situação de perigo Annie e Tim salvam Drake, que lhes pede para levá-lo ao seu navio com a promessa de uma recompensa, assim, os dois se veem em mar aberto rumo à Nassau em uma viagem de aproximadamente três semanas, onde Annie pode ser descoberta a qualquer momento, o que lhe coloca em risco, afinal está num navio com mais de oitenta homens não tão honrados.

Mas esse mistério não se mantém por muito tempo e Drake e Annie se aproximam, a princípio como parte de um truque para protegê-la dos marinheiros, mostrando que ela foi reivindicada pelo capitão.
— Tudo nesta vida tem um preço, Annie, apenas temos que avaliar se nossos desejos valem o que está sendo cobrado.
Posição 39%
Ao longo da viagem e durante o período que passam em Nassau, a relação entre Drake e Annie se torna muito cúmplice e ainda que ela não conheça a história dele - mas já tenha contado a sua - eles confiam um no outro.

Drake é decidido, forte, justo e também muito gentil, mas, mesmo disposto a ajudar Annie, cobrará seu preço. Annie é bondosa e doce, mas se engana quem acredita que ela abaixa a cabeça facilmente. Sua lealdade àqueles que ama vem antes até mesmo de sua própria segurança.

Além deles, outros personagens ganham nossa atenção e nosso coração, mas o principal para mim é o pequeno Tim, com sua personalidade marcante e cativante, conquista todos por onde passa.
O que ela não compreendia era em que momento o pirata cruel de seus pesadelos havia se transformado no príncipe encantado de seus sonhos.
Posição 51%
As histórias criadas pela Silvia têm como característica amores que, independente das diferenças, valem a pena serem vividos e em Um Beijo Sob as Estrelas não foi diferente. Annie é uma criada e Drake, embora não seja um nobre, foi criado próximo deles por conta do dinheiro de seu pai e do poder que vinha com ele. Ainda assim são incríveis juntos, com suas diferenças.

Ao contrário de muitos livros de romance de época que tenho lido, esse se passa no final do século XVIII (a maioria é no século XIX) e nesse romance Silvia sai de Londres e, cruzando o mar, nos mostra Nassau e uma vida completamente diferente e longe dos bailes da aristocracia londrina.

Esse livro é o primeiro da série Amores Aventureiros, que segundo Silvia, deve ter apenas mais um livro, que será do Tim 😍.

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Que capa belíssima deste livro e que enredo! A gente está tão acostumada a ler sobre romances de época feitos em outra época que quando abordamos algo assim, diferente, o coração saltita feliz!
    Primeira resenha que leio sobre o livro e já quero demais poder conferir como tudo terminou(se é que terminou.rs)
    Um casal com tantas diferenças, tendo que sobreviver a uma carga tão pesada de passado!
    Quero!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Terminou sim, Angela e o livro é lindo!
      A Silvia tem um poder de nos envolver em suas histórias que é fascinante!
      Beijão

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações