24 de ago de 2019


[Resenha] Melhor que a Encomenda - Lauren Blakely

Ficha Técnica 

Título: Melhor que a Encomenda
Título Original: The real deal
Autor: Lauren Blakely
ISBN: 978-85-9581-084-6
Páginas: 320
Ano: 2019
Tradutor: Fábio Alberti
Editora: Faro Editorial
Qual seria o último lugar para você encontrar o amor? Depois de várias desilusões, April desiste de buscar relacionamentos e passa a focar toda a energia no trabalho, até que surge uma daquelas reuniões familiares. Ela sente-se feliz solteira... mas encarar os interrogatórios de seus pais, da irmã e de todas suas tias casamenteiras durante um fim de semana prolongado é uma ideia desesperadora. Então, ela pensa numa solução prática: contratar um acompanhante. Parece uma tarefa simples: levar um namorado que deve servir tanto para impressionar a família quanto para afastar pretendentes indesejáveis. Theo é o candidato ideal. Lindo, simpático, atencioso e o principal: depois do fim de semana, ele recebe o pagamento e cada um segue sua vida. Esse era o plano... Só que dividir momentos engraçados e inventar histórias pode ter o efeito oposto...

Resenha


Gente, ler os livros da Lauren Blakely é certeza de que irei me apaixonar, mas quando li que ela lançaria esse livro e sobre o que era a história eu sabia que seria ainda melhor e não deu outra. Estou completamente apaixonada.

Melhor que a Encomenda traz a história de April Hamilton, uma jovem que mora em Nova Iorque e trabalha com pintura corporal. Embora ela seja muito bem-sucedida no seu trabalho, seus pais não entendem como ela pode se manter com esse trabalho e além disso, depois do erro que foi o último namorado dela, para eles é incompreensível que ela não volte a morar na pequena Wistful, em Connecticut, se casar com alguém de lá e morar próxima deles. Por essa razão April quase não vai à casa dos pais e agora, com a chegada do grande evento de reunião da família, ela não quer aparecer sozinha, pois é certo que seus parentes já têm grandes pessoas para lhe apresentar. Porém, seu plano de levar seu amigo como namorado vai por água abaixo quando ele consegue um trabalho maravilhoso e precisar viajar para Londres na mesma época. É aí que ele indica um amigo, mas April precisará pagá-lo para ser seu namorado de aluguel.
Eu sorrio, e uma onda de orgulho se espalha pelo meu corpo. Acertei em cheio quando escolhi o Theo. Ele fez algo muito amável pela minha sobrinha, que precisava disso.
— Isso foi mesmo fofo. Você é muito fofo. Pare de ser fofo, ou todos vão gostar demais de você.
P. 130-131
Theo Banks também vive em Nova Iorque e trabalha oficialmente como barman, mas desde que a ex-namorada do seu irmão apareceu cobrando uma dívida homérica, ele passou a trabalhar também como namorado de aluguel para conseguir pagá-la. Até então, mesmo não sendo um trabalho regular, Theo tem conseguido um bom dinheiro, mas está longe de pagar a quantia necessária. Por isso, a possibilidade de um trabalho indicado por um amigo é o que ele mais precisa nesse momento, afinal, esse não será um trabalho de algumas horas e sim de cinco dias.

Ao se conhecerem Theo sente-se atraído por April e sabe que esse não será um trabalho fácil, afinal, a primeira regra nesse ramo é não se envolver emocionalmente. E a situação só piora, pois, quanto mais ele conhece April, mais se sente envolvido por ela. Eles têm um senso de humor parecido e realmente formam um casal incrível.
— Olho bem no fundo dos olhos dela, e o que digo em seguida está carregado de sentido: é importante para mim, para o que eu desejo ser. — Quero que você saiba que eu não sou mentiroso. E que é a mais pura verdade quando digo que nunca quis beijar ninguém tanto quanto quis te beijar. Também estou sendo sincero quando digo que me sinto absurdamente atraído por você.
P. 177
Lauren alterna os capítulos entre os pontos de vista de April e Theo, o que todo mundo já sabe que eu amo, e a gente consegue saber em que pé cada um está, como estão se sentindo em relação ao outro, uma vez que ambos tem suas ressalvas quando o assunto é amor. Se por um lado April tem um péssimo histórico de namorados, Theo não consegue confiar com facilidade, principalmente porque quando se envolveu com uma cliente e lhe contou sobre seu passado, perdeu a namorada e o emprego.
Às vezes, as coisas são fáceis quando paramos de ocultar a verdade. Quem me dera ter percebido mais cedo que isso tornaria as coisas mais fáceis. Mas eu suponho que esse é o tipo de coisa que nós só aprendemos quando estamos prontos.
Ou, talvez, quando encontramos a única pessoa para quem vale a pena contar todas as nossas verdades.
P. 290
Eu simplesmente amei o livro e não consegui largá-lo de jeito nenhum até tê-lo terminado. Quando vemos o relacionamento entre April e Theo crescer, ver Theo interagindo com a família de April e como isso mexeu com ele e com April ao perceber a aceitação de seus parentes, ver Theo baixar a guarda e perceber que pode confiar em April e o principal, conhecer o passado de Theo e entender como ele se tornou quem é hoje, tudo faz com que a gente não consiga deixar esse romance de lado até terminá-lo.
O beijo dele me faz derreter.
Dá à palavra "levitar" um novo significado.
Eu me into como se tivesse recebido uma alma novinha em folha.
Se isso é ser beijada, então eu nunca fui beijada antes.
Todas as mulheres deviam exigir o direito de serem beijadas assim.
Um dia, quando eu estiver velha e metida a besta, vou ensinar às mulheres mais jovens a lição que aprendi numa bela manhã de verão em uma rua da minha cidadezinha natal: não se contente com menos do que você merece. Não se contente com o segundo lugar nem no trabalho nem na vida - muito menos nos beijos.
P. 162
Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Olá
    Só tenho visto resenhas positivas sobre esse livro
    Com certeza quero ler pois adoro romances assim e sua resenha me fez querer ainda mais conhecer a escrita da autora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma delícia, Eliane. Espero que tenha a oportunidade de ler logo e depois me conta o que achou, certo?
      Beijão

      Excluir
  2. Ah como a romântica inveterada que sou, já suspirei só na resenha! rs Adoro o amor improvável, destes que nascem dos casos mais engraçados e diferentes e pelo que li acima, a autora caprichou não somente nos personagens, mas também nas situações e isso é maravilhoso!!!rs
    Com certeza, já vai para a lista de mais desejados e oh, adorei esta capa!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então você é das minhas, Angela! Amei demais esse livro, tão lindoooo

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações