3 de ago. de 2019


[Resenha] To Love Jason Thorn - Ella Maise

Ficha Técnica 

Título: To Love Jason Thorn
Título Original: To Love Jason Thorn
Autor: Ella Maise
ISBN: 978-85-68056-89-9
Páginas: 352
Ano: 2019
Tradutor: Alline Salles
Editora: Charme
Jason Thorn… O amigo de infância do meu irmão. Ah, como eu era perdidamente apaixonada por aquele garoto. Ele foi o primeiro menino que me fez corar, meu primeiro crush oficial. Parece lindo até agora, certo? Aquela empolgação que borbulha dentro de você, o famoso frio na barriga que você sente pela primeira vez ─ ele era o motivo de tudo isso. Mas você só consegue viver nesse mundo de conto de fadas até eles destruírem suas esperanças e sonhos e, depois, pisarem bastante em seu coração. E, cara, ele partiu meu coraçãozinho em pedaços. Depois da destruição, ele se tornou o garoto que eu tentava ao máximo ficar longe ─ e deixe-me te dizer que era bem difícil fazer isso, já que ele dormia no quarto ao lado do meu. Quando a tragédia atingiu sua família, eles se mudaram para longe, e eu estava pronta para esquecer que ele um dia existiu. Agora, ele é um astro de cinema, aquele que faz mulheres de todas as idades gritarem histericamente e todo mundo desmaiar com o sorrisinho de covinha. Acha que isso é um sonho? Com certeza eu não acho que seja. E se eu ficar cara a cara com ele? Não, continua não sendo um sonho. Não quando não consigo nem olhar em seus olhos. E quanto a mim? Eu sou Olive, uma nova escritora. Na verdade, eu sou a autora do livro que inspirou o filme que ele está prestes a estrelar. Como se não bastasse, também sou conhecida como a sortuda que está prestes a se tornar esposa de Jason Thorn. Talvez você ainda esteja pensando que isso tudo é um sonho, certo? Não, não tem nada de sonhador nisso. Nem de perto.

Resenha


Quando Olive Taylor tinha sete anos ela se apaixonou pelo novo vizinho e mais recente amigo de seu irmão mais velho: Jason Thorn.

Jason não teve uma infância e adolescência fáceis com seus pais e encontrou na família Taylor o apoio, amor e carinho que não tinha em casa. Assim, na maior parte do tempo Jason vivia na casa vizinha. Isso só fez com que Olive conhece e se apaixonasse cada vez mais por ele anos após ano. Entretanto, uma tragédia fez com que ele fosse obrigado a se mudar logo depois de partir o coração de Olive – ainda que ele não saiba disso.
— Você é nosso novo vizinho? — perguntei.
Ele tinha que ser nosso novo vizinho. Eu precisava vê-lo de novo.
— Sou, nos mudamos na semana passada.
Assenti. Essa era uma boa notícia – mais tempo para ficarmos juntos.
— Já que você gostou do meu nome, gostaria de se casar comigo? — O rosto dele ficou vermelho e ele abriu e fechou a boca algumas vezes. Finalmente, deu risada e disse:
— O quê?
Dei de ombros.
— Meu pai não quer que eu me case nos próximos trinta anos, no mínimo, mas não acho que deveríamos esperar tanto. Então, podemos nos casar antes?
Ele coçou a cabeça e fez até isso parecer fofo.
— Acho que somos muito jovens para casar, pequena.
P. 10
Os anos passam e Olive está concluindo a faculdade de Letras em Los Angeles e vive o sonho de receber uma proposta para que seu primeiro e único livro até o momento – um romance publicado de maneira independente – seja adaptado para o cinema. Além desse inesperado interesse em uma iniciante, Olive se depara com o ator que possivelmente interpretará seu protagonista: Jason Thorn.

Depois que se mudou de São Francisco para Los Angeles, Jason iniciou uma promissora carreira como ator e também acabou se distanciando da família Taylor – não que tenha sido intencional ou causado pela fama – então, reencontrar a pequena Olive, agora uma autora, foi uma grande surpresa para ambos e por isso ele está disposto a não se afastar novamente.

Ainda que Jason seja uma grande estrela, nos últimos anos tem sido presença constante nos tabloides de fofoca protagonizando algum escândalo com suas proezas sexuais, o que o levou a perder alguns contratos. E após a última notícia publicada, Megan, sua Relações Públicas, decide que o melhor para sua carreira no momento é um casamento de fachada para limpar sua imagem.
— Você se lembra de quando nos conhecemos? Do dia em que te encontrei escondida atrás da parede no andar de cima?
Meu sorriso foi genuíno.
— Mais ou menos. — Mentira. Claro que eu me lembrava daquele dia.
— Então — ele disse ao se ajeitar. — Deixe-me responder uma pergunta que você me fez lá atrás. — Ele pausou, depois falou: — Sim.
Eu o encarei, sem noção do que ele estava falando.
(...)
— Você não se lembra — ele murmurou ao coçar a barba por fazer. Respirando fundo, ele me recordou: — Você pediu para eu me casar com você... então... gostaria de se casar comigo, Olive?
P. 157-158
Depois de anos amando Jason em segredo – segredo para ele, é claro – os anos em que esteve afastada de Jason não permitiram que Olive esquecesse seu primeiro amor, ainda mais podendo – e tendo – acompanhado a carreira dele à distância. Agora, com o reencontro e a possibilidade de encontrá-lo mais vezes por conta do trabalho, Olive percebe que a covinha ainda tem muito poder sobre ela – relaxa amiga, também adoro uma covinha, super te entendo.😍😂

Para Jason esse reencontro lhe mostra o quanto sentiu falta de um relacionamento verdadeiro e sem segundas intenções e principalmente mostra como Olive não é mais apenas a irmãzinha do seu melhor amigo, mas uma amiga leal e talvez ele possa até perceber outros detalhes. Por isso, quando Megan sugere que Olive seja a esposa fictícia, Jason sabe que, se tiver realmente que fazer isso, será apenas com ela.
Sabe o que acontece quando começa a fingir que está apaixonado por uma garota? Ou, inferno, esqueça estar apaixonado, sabe o que acontece quando você age como se estivesse ficando com alguém? Se apaixonando por alguém? Não?
Deixe-me te contar o que acontece: você começa a se perder em seu próprio jogo. Começa a pensar que está realmente ficando com a pessoa. Que porra você deveria pensar quando está dando as mãos, olhando nos olhos um do outro, rindo e apenas curtindo a vida?
P. 185
Óbvio que Olive não deixaria de ajudar Jason, mesmo em uma ideia tão maluca, mas, vai que dá para tirar uma lasquinha, não é mesmo?! Assim, cada vez mais eles estão juntos e são fotografados juntos e essa é a oportunidade de Jason se encantar com a pequena Olive de outra maneira.

To Love Jason Thorn é minha primeira experiência com a escrita da Ella Maise e devo dizer que amei cada pedacinho dessa história. Os personagens são ótimos, amei não apenas os protagonistas como a família de Olive e Lucy, a melhor amiga dela, que por sinal, rouba a cena quando aparece.
— Está me enxergando, Olive?
A pergunta era importante para mim; sua resposta, mais ainda. Não seria o astro de cinema Jason Thorn a beijando loucamente em alguns segundos. Seria eu. Jason. Seu amigo. O homem que queria torná-la dele.
Um tremor tomou seu corpo conforme ela ergueu uma mão trêmula a fim de colocar em minha face. Sua voz era nada mais que um suspiro quando me respondeu.
— Sempre enxerguei apenas você, Jason.
P. 237-238
A forma como a história foi conduzida também foi crucial para o meu encantamento, Ella alternou os capítulos com os pontos de vista da Olive e do Jason e não correu com os fatos, tudo acontece no seu tempo e vemos o reencontro deles, a reconstrução da amizade, o crescimento da cumplicidade e confiança e do amor mútuo. Teve também a falta de algumas conclusões, mas são tão pequenas que não fizeram diferença na minha opinião final do livro: AMEI!

Tenho que dizer ainda que a Charme acertou em cheio ao manter a capa original, além de ter caprichado na revisão e na diagramação. Obrigada! Agora é esperar que mais livros da Ella cheguem ao Brasil e, se eles forem assim, românticos, divertidos, com personagens cativantes já é certo que irei gostar.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

  1. Como uma romântica incurável que sou, já quero demais poder conferir este livro!!!! Fiquei aqui lendo a resenha e imaginando tudo isso no cinema. Daria um enredo e tanto!!! Personagens bem reais, com passado, com traumas...E o amor ali guardado por tantos anos.
    Quero.
    Beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações