2 de fev. de 2020


[Resenha] Pode Beijar a Noiva - Patricia Cabot

Ficha Técnica 

Título: Pode Beijar a Noiva
Título Original: Kiss the Bride
Autor: Patricia Cabot
ISBN: 978-85-7665-617-3
Páginas: 238
Ano: 2011
Tradutor: Sulamita Pen
Editora: Planeta (Selo Essência)
Apenas um homem poderia propor a ela casamento... Emma Van Court, dama de uma família londrina, jamais esperava ficar viúva e sem vintém na aldeia escocesa de Faires. E quando uma fortuna lhe foi prometida, se ela tornasse a se casar, a bela professora deparou-se com um mosaico de homens solteiros lutando por suas atenções, desde o pastor local até um detestável barão. Um doce beijo selaria aquele amor... James Marbury, conde de Denham, era moderno e sofisticado... e totalmente desacostumado às estradas lamacentas e aos telhados de palha de Faires, para onde viera depois de saber do falecimento de seu primo Stuart. E sem demora ficou exasperado ao descobrir que seu amor louco e intenso pela viúva Emma continuava tão forte quanto antes. Diante de tantos homens solteiros que a cortejavam, James encontrou uma única solução: oferecer-se como marido temporário para Emma... mesmo que secretamente ele desejasse fazer seus votos durarem para sempre.

Resenha


Nesse livro, que é o segundo que leio da Meg Cabot sob o pseudônimo Patricia Cabot, Emma Van Court  é uma jovem de 18 anos que, após ficar órfã, foi criada por seus tios. Com isso, cresceu com a prima, Penelope Van Court e vizinha da família Marbury, e os jovens primos James Marbury - conde de Denham - e Stuart Chesterton.

Enquanto crescia, Emma se encantou pelo espírito benevolente de Stuart, que, graças ao primo, estudou para entrar para se tornar clérigo e ajudar o próximo, algo que Emma também ansiava por fazer em sua vida, mesmo não tendo uma renda própria. Mas sua amizade com James acabou quando ela lhe informou o plano de fugir com Stuart para casarem-se e morar na Escócia, onde toda a ajuda seria necessária.

Agora, um ano depois dos jovens terem fugido, Emma continua vivendo na afastada aldeia de Faires, na Escócia e está viúva. Além disso, a sorte a abandonou há algum tempo e não dá sinais de retornar. Emma está sozinha, vivendo na cabana - única coisa que Stuart lhe deixou - e com um mínimo salário de professora, regrando cada centavo para sobreviver, receberá a visita inesperada do conde de Denham.
Aquela seria finalmente sua oportunidade de provar a Emma que não era mais o homem egoísta de coração duro de antes. Emma mudara tudo no dia em que fugira para casar-se com Stuart. Ela lhe ensinara que todo dinheiro do mundo não podia comprar o que ele realmente queria e não era capaz de impedir o que ele mais temia que ocorresse.
P. 140
James foi a Faires assim que soube da morte do primo, ainda que na última vez que se viram tenham se desentendido. O fato de Emma ter avisado da morte de Stuart apenas seis meses depois do acontecido por conta do surto de tifo que acometeu a pequena aldeia, James foi buscar o corpo do primo para descansar com os parentes, mas não imaginava que Emma ainda estava morando lá.

Mas é claro que Emma não voltaria para Londres, onde seus tios haviam sido contra o casamento dela com Stuart e romperam os laços. Além disso, Emma não abandonaria seus alunos em Faires, ainda que não fosse uma professora formada, ajudava como podia após o professor ter morrido no surto da doença. James só não sabia disso e do segredo que ela guarda para não sair de Faires.
— Emma, quando um homem que nunca teve nada negado em sua vida encara subitamente o fato que não pode ter o que mais deseja dirá quase tudo para tentar convencer-se de que jamais desejou aquilo. Mas acredite no que eu digo, Emma, não me lembro de uma época em que eu não desejasse que você fosse minha.
P. 233
James e Emma continuam brigando como cão e gato e fica claro para quem está lendo que James é apaixonado por Emma há muito tempo, enquanto ela só tinha olhos para Stuart. Entretanto, sinceramente foi um casal que não me conquistou, a história foi confusa em muitas partes e eu me vi simplesmente lendo por ler em alguns trechos e porque eu dificilmente deixo um livro antes de dar a ele uma chance de chegar ao final. Bem, mas ainda tenho aqui outros livros dela para tirar essa impressão, não é mesmo?!

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉

Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

  1. Há quanto tempo não li o nome da autora em alguma resenha! Que lindo isso! Gosto demais das suas letras e mesmo que seus romances sejam sempre meio parecidos, faz tão bem pra alma, ler livros assim!
    Mesmo sem ter lido o primeiro livro, já senti aquela vontade conferir. Se o casal já meio cachorro e gato,melhor ainda! rs
    Vão para a lista de desejados!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações