26 de fev. de 2020


[Resenha] Um Casamento Conveniente - Tessa Dare

Ficha Técnica 

Título: Um Casamento Conveniente
Título Original: The Duchess Deal
Autor: Tessa Dare
ISBN: 978-85-8235-583-1
Páginas: 256
Ano: 2019
Tradutor: A C Reis
Editora: Gutenberg
Com metade do rosto marcado e desfigurado pela guerra, não foi só a aparência do Duque de Ashbury que sofreu mudanças: a rejeição e o olhar de desprezo das pessoas mutilaram também o seu interior. E, já que precisa viver às sombras da sociedade, ele decide que passará seus dias perambulando por Londres durante a noite para assustar todos que cruzarem seu caminho. Mas o tempo passa, e em posse de um grande título, o duque sabe que precisará cumprir o dever de conseguir um herdeiro para seu ducado. Para isso, só existe uma regra: encontrar uma mulher que aceite um casamento de conveniência, lhe dê um herdeiro e desapareça de sua vida. Quando Emma Gladstone, uma costureira, aparece na casa de Ashbury para exigir o pagamento de uma dívida, ele vê ali uma grande oportunidade de acordo e lhe faz a proposta de casamento. Mas o duque deixa claro que, assim que Emma engravidar, ela deverá partir para o interior e sumir para sempre. Ele precisa de um herdeiro. Ela precisa de um bom casamento. Os dois estão dispostos a tudo, desde que não envolva seus corações. Mas será que o amor cabe nas entrelinhas de um contrato?

Resenha


Nesse delicioso romance da Tessa Dare, ela nos apresenta a costureira Emma Gladstone, que, aos 22 anos, sobrevive sozinha em Londres. Mas nem sempre foi assim.

Emma vivia no vilarejo de Bellington, em Hertfordshire, com o pai, o reverendo do local, mas, carente de afeto, ela caiu na lábia do filho de um fidalgo local e, como consequência, foi expulsa de casa. Assim, há seis anos, ela se vira como pode, trabalhando várias horas por dia em um ateliê que atende muitas damas da sociedade. É assim que ela se verá cara a cara com o Duque de Ashbury.

George Pembroke, o duque de Ashbury, havia retornado à Londres a poucas semanas quando recebeu a visita inesperada de Emma lhe cobrando pela mão de obra na confecção do vestido de noiva de Annabelle Worthing, ex-noiva dele.

Ash foi ferido por um foguete em Waterloo e passou os últimos anos recluso, se recuperando. Seu rosto e corpo ficaram eternamente marcados e, tendo sido esse o motivo para o final de seu noivado, foi alimentando diariamente amargura e hostilidade, que eram direcionados aos criados da casa, únicas pessoas com quem Ash interagia.
Se pretendia fugir dele, Emma Gladstone tinha perdido sua oportunidade.
Porque de jeito nenhum ele a deixaria escapar.
Posição 11%
Entretanto, sendo um duque, é seu dever casar e gerar um herdeiro, assim, está certo de solicitar aos seus advogados que encontrem uma jovem em idade fértil, que seja de uma boa família e que esteja desesperada por dinheiro. Mas nem precisou fazer isso; quando viu Emma em sua frente, percebeu que ela era uma jovem com instrução, educada, inteligente e aparentemente, "desesperada".

Claro que Emma precisava do dinheiro de seu trabalho para pagar o aluguel e sobreviver parcamente, mas não cairia novamente nos encantos masculinos, muito menos de um duque, que claramente deveria estar brincando com ela.

Mas ao se ver abordada novamente pelo duque e sua proposta, Emma entende que não deveria deixar essa oportunidade lhe escapar; ela só precisa gerar um herdeiro para o duque e depois terá uma casa no interior e uma renda que a manterá até o final da vida, além do título de duquesa. Quando uma costureira e filha de um reverendo poderia imaginar isso para seu futuro?
Após ter se virado sozinha durante anos, Emma estava faminta por contato humano. E agora ela tinha se ligado, para o resto da vida, a um homem que não desejava ter contato com ninguém. Sentiu-se mais sozinha do que nunca.
Posição 22%
Ao conviverem debaixo do mesmo teto, Emma vai percebendo que Ash criou uma armadura de proteção para não se machucar mais, mas quanto mais ela o conhece, mais ela quer ultrapassar essa barreira. Enquanto isso, por mais que negue até para si mesmo, Ash se importa com o bem-estar de Emma, que não está acostumada a ter alguém que a proteja.

Ash e Emma são um casal machucado, mas encontram um no outro a cura tão desejada. Além disso, eles têm o apoio de amigos leais, que estão sempre por perto para ajudar.

Um Casamento Conveniente é o primeiro livro da série Girl Meets Duke que, até o momento, tem quatro livros e as próximas protagonistas são personagens intrigantes, que se destacaram em todas as cenas que apareceram nesse livro. Será que já quero ler? Sim ou com certeza? O segundo já foi publicado no Brasil e espero que a Gutenberg não demore muito para trazer os outros para a gente.
— Eu sei que você está com medo — ela sussurrou. — Eu sei porque eu também estou. Apavorada, na verdade. Faça amor comigo. Seja corajoso comigo.
Posição 82%
Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. O grande diferencial de Tessa é este, trazer personagens humanos demais e isso é fascinante. Olha aí, as marcas da guerra tanto no corpo, quanto na alma e o sentimento tendo que vencer o preconceito.
    Puxa, amei tudo isso.
    Pelo que pude perceber,a autora caprichou na dose de drama, mas sem perder o amor surgindo ali, devagarinho!
    Já quero é claro!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Angela, a Tessa é incrível nesse aspecto! Ela realmente caprichou aqui, viu, espero que consiga ler em breve e venha me contar o que achou, combinado?
      Beijo

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos. Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações