16 de mar. de 2020


[Resenha] História de um Grande Amor - Julia Quinn

Ficha Técnica 

Título: História de um Grande Amor
Título Original: The secret diaries of miss Miranda Cheever
Autor: Julia Quinn
ISBN: 978-85-306-0108-9
Páginas: 288
Ano: 2020
Tradutor: Thaís Paiva
Editora: Arqueiro
Aos 10 anos, Miranda Cheever já dava sinais claros de que não seria nenhuma bela dama. E já nessa idade, aprendeu a aceitar o destino de solteirona que a sociedade lhe reservava. Até que, numa tarde qualquer, Nigel Bevelstoke, o belo e atraente visconde de Turner, beijou solenemente sua mãozinha e lhe prometeu que, quando ela crescesse, seria tão bonita quanto já era inteligente. Nesse momento, Miranda não só se apaixonou, como teve certeza de que amaria aquele homem para sempre. Os anos que se seguiram foram implacáveis com Nigel e generosos com Miranda. Ela se tornou a mulher linda e interessante que o visconde previu naquela tarde memorável, enquanto ele virou um homem solitário e amargo, como consequência de um acontecimento devastador. Mas Miranda nunca esqueceu a verdade que anotou em seu diário tantos anos antes. E agora ela fará de tudo para salvar Nigel da pessoa que ele se tornou e impedir que seu grande amor lhe escape por entre os dedos.

Resenha


Confesso que quando eu vi essa capa linda, me entreguei completamente ao desejo de ler essa história. E sendo da Julia Quinn, não tinha como dar errado, não é mesmo?!

Miranda Cheever e os gêmeos Bevelstoke — Olivia e Winston — eram inseparáveis. Eles estudavam e brincavam juntos e Miranda sentia que Haverbreaks era de fato o seu lar, isso porque não podia dizer que tinha muita atenção em casa. A mãe estava acamada e o pai vivia concentrado em seus estudos, sempre com algum manuscrito grego para desvendar. Aos 10 anos, ela também tinha consciência de que não seria uma beldade como Olivia, mas isso não a incomodava muito, ela havia aceitado isso, mas também aos 10 anos ela descobriu que estava apaixonada.

Quando Miranda conheceu Nigel Bevelstoke, visconde de Turner, na festa de aniversário de 11 anos de Olivia e Winston, ficou simplesmente apaixonada pelo homem que ele era aos 19 anos. Claro que a paixonite de criança começou com ela vendo ele como um herói e com o passar dos anos, ela aprofundou esse sentimento. Ainda que ele nem de longe percebesse o interesse dela ou sequer a notasse como algo além da amiga de sua irmã mais nova.

A história dá um salto de nove anos, e encontramos Miranda e Olivia prestes a debutar em Londres (atrasadas por conta de alguns percalços que surgiram no caminho) e também encontramos Turner de "luto" pela recente morte de sua esposa. Adúltera. Turner casou com Letícia muito jovem e completamente apaixonado pela beldade que ela era, mas logo descobriu que havia caído em uma armadilha; passou os poucos anos de seu casamento sendo constantemente traído pela esposa com diversos homens. Letícia morreu e ele não sentia nem um pouco de tristeza por isso, na verdade sentia-se aliviado.

Miranda por sua vez, viu como o casamento foi mudando quem Turner era, como ele se tornou cínico, mordaz e infeliz. Sem falar que ele praticamente não visitava mais a família, o que fazia com que Miranda o visse menos ainda. Mas agora, que irá debutar com Olivia, lady Rudland pediu que o filho estivesse presente em alguns eventos, para apoiá-las.

Sabendo que a amiga não é muito de interagir com estranhos, Olivia está decidida a convencê-la de que se casar com Winston é a melhor solução: o conhece de toda a vida e elas seriam de fato irmãs com esse casamento. Claro que Miranda não dá muita atenção para isso, afinal, continua apaixonada por Turner, mesmo sabendo o estrago que Leticia causou nele.
— Miranda, você não se enquadra no padrão de beleza determinado pela sociedade, seu sarcasmo pode ser bem prejudicial para você mesma e sei que não gosta de conversa fiada. Honestamente, não a vejo indo em busca de um casamento tradicional na sociedade.
P. 116
Enquanto passam tempo juntos na temporada londrina, Turner se lembra de como Miranda é inteligente, sagaz e dona de uma língua afiada. Sendo ela a pessoa que controla os impulsos de Olivia, é de se admirar que ela mesma não as coloque em situações embaraçosas. Além disso, com a insistência de Olivia em querer que Miranda e Winston se apaixonem, Turner começa a perceber outras coisas em relação a jovem.

Sendo um romance, claro que o casal fica junto, mas não me conquistou, foi um casal que não me convenceu. Miranda tinha todas as características para ser uma personagem forte, mas no fim, não chegou nem perto. Turner e seu medo de amar? Sinceramente, para mim suas reações foram exageradas em todos os aspectos. Desnecerrário todo mundo, a todo momento repetir que Miranda não era uma beldade. Foram vários pontos pequenos que, juntos, me fizeram terminar o livro com aquela sensação de que a história poderia ter sido bem melhor. E odeio quando termino um livro com esse sentimento. 🤔

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Ah, também detesto terminar um livro com essa sensação, de que poderia ter sido MUITO melhor. Decepcionante, né? Por conta disso (e pelo livro ser de um gênero que não curto muito), acho que não leria. As chances de me decepcionar também seriam grandes, né? Um abraço!

    Não Me Mande Flores ♥

    ResponderExcluir
  2. oi LAYANE tudo bem
    eu tenho esse livro em formato de romance de banca mas ainda não li
    quanto ao livro já vi resenha que a pessoa só não deu zero para o livro por causa da capa e ja vi ele sendo classidicado como muito bom
    entendo o seu ponto de vista
    realmente é muito chato quando terminamos um livro e tendo a sensaçao de que ele poderia ser melhor
    bjs

    ResponderExcluir
  3. oi LAYANE tudo bem
    tenho esse livro em formato de romance de banca mas ainda não li
    já vi uma pessoa que so não deu zero para o livro por causa da capa rsrs e outra que deu quatro estrelas
    entendo seu ponto de vista é realmente muito chato quando terminamos de ler um livro e temos a sensação de que a trama tinha tudo para ser melhor
    bjs

    ResponderExcluir
  4. ola
    tenho esse romance em formato de romance de banca mas ainda não li
    vi comentarios positivos e negaritos sobre ele
    realmente é chato quando terminamos uma leitura e temos a sensaçao de que poderia ter sido melhor
    mas acontece

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos. Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações