21 de mai. de 2020


[Resenha] O Príncipe Serpente - Elizabeth Hoyt

Ficha Técnica 

Título: O Príncipe Serpente
Título Original: The Leopard Prince
Autor: Elizabeth Hoyt
ISBN: 978-85-01-10982-8
Páginas: 364
Ano: 2017
Tradutor: Ana Resende e Carolina Simmer
Editora: Record
Quando o diabo encontra um anjo...
Lucy Craddock-Hayes está satisfeita com a vida tranquila no interior. Até o dia em que tropeça num homem inconsciente — um homem inconsciente e nu — e perde para sempre sua inocência. Ele pode levar ao paraíso...
O visconde Simon Iddesleigh apanhou de seus inimigos até quase morrer. Agora ele está determinado a se vingar. Mas quando Lucy cuida dele para restaurar sua saúde, a sinceridade da jovem surpreende sua sensibilidade calejada — e desperta um desejo que ameaça consumir os dois.
Ou ao inferno.
Encantada com a inteligência perspicaz de Simon, com seus modos urbanos e até com seus sapatos de solado vermelho, Lucy rapidamente se apaixona por ele. Embora sua honra o mantenha longe dela, a vingança envia os agressores de Simon à sua porta. Enquanto o visconde entra em guerra contra seus inimigos, Lucy luta pela própria alma, usando a única arma que tem — seu amor...

Resenha


Finalmente chegou a hora de concluir essa trilogia, demorei, mas consegui, hahaha. Eu li O Príncipe Corvo e O Príncipe Leopardo em sequência e acabei esperando mais de um ano para ler O Príncipe Serpente, e estava sentindo falta desses amigos inusitados, membros da Sociedade Agrária. Depois de Edward de Raaf, o conde de Swartingham e Harry Pye, um administrador, terem encontrado o caminho do amor, agora é a hora do visconde Simon Iddesleigh.

A srta. Lucinda Craddock-Hayes tem 24 anos e vive com o pai na pacata Maiden Hill, em Kent. Sua família basicamente se resume a ele, uma vez que seu irmão mais novo seguiu os passos do pai e está na Marinha Britânica. Os dias dela são preenchidos com visitas ao moradores do vilarejo, caridade, cuidar da casa da família e desenhar. Ah, e a três anos ela é cortejada pelo melhor partido do vilarejo, o jovem vigário, o sr. Eustace Penweeble. Mas a rotina pacata de Lucy é completamente alterada quando ela encontra um homem nu caído na estrada praticamente morto e o leva para casa.

Simon Iddesleigh levava uma vida de indulgência até dois anos atrás, quando seu irmão mais velho, Ethan, morreu em um duelo e deixou para ele o título e sua família aos seus cuidados. Aos 30 anos, Simon nunca tinha imaginado que um dia seria visconde, muito menos que seu irmão morreria em um duelo, ainda mais quando ele estava passeando na Itália. Mas agora ele está em uma missão: vingar a morte de Ethan. É assim que ele acaba jogado na estrada de Maiden Hill. Seus inimigos acreditavam que ele estava morto, mas lhe fizeram um favor; lhe apresentaram a um anjo.
Se ficasse mais tempo ali, só seria mais tentado a seduzir esta donzela,e, como ele vinha demonstrando a vida toda, não era capaz de resistir à tentação. Diabos! Às vezes, ele corria na direção dela. Mas não dessa vez. Não com essa mulher. Ele a observava agora, com as sobrancelhas franzidas enquanto Lucy manobrava a pequena carruagem em direção à cidade. Um cacho de cabelo escuro tinha se soltado e acariciava sua bochecha como a mão de um amante. Com essa mulher, se cedesse à tentação, ele iria destruir algo bom e verdadeiro. Algo que ele nunca havia encontrado em parte alguma dessa terra infeliz.
P. 103
Simon e Lucy não poderiam ser mais diferentes um do outro; enquanto ele é apaixonado pela vida na cidade, ela nunca sequer saiu de Maiden Hill e está muito bem com isso; enquanto ela vive tentando ajudar outras pessoas, fazendo caridade, Simon está focado em sua missão - encontrar e matar os assassinos do seu irmão - e corromper um anjo. Então fica a pergunta: Esse casal dará certo?

A história mostra que eles tentarão, mas não será fácil e a chave para mim desse romance é que ele mostra - principalmente para Lucy - que a vida não é sempre um conto de fadas, que as pessoas não são perfeitas, elas cometem erros e que um relacionamento é feito de altos e baixos.

Além dos protagonistas, adorei conhecer a cunhada e a sobrinha de Simon, Rosalind e Theodora. Theodora então é incrível com sua perspicácia e paixão pelo tio. Também não dá para deixar de falar que adorei rever Edward e Harry.

Finalizando a Trilogia dos Príncipes, não sei se foi o fato de ter esperado tanto para ler esse livro, mas foi o que mais me arrastei na leitura, algo que não acontece muito e fiquei triste com esse sentimento, mas, no fim, curti bastante a história de Simon e Lucy.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
0
Compartilhe

0 comentários:

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos. Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações