16 agosto, 2020


[Resenha] Quase Rivais - J. Sterling

Ficha Técnica 

Título: Quase Rivais
Título Original: Bitter Rivals
Autor: Jenn Sterling
ISBN: 978-65-86041-14-9
Páginas: 160
Ano: 2020
Tradutor: Ricardo Lelis
Editora: Faro Editorial
Suas famílias são inimigas... Mas será que é possível resistir a uma louca paixão? James é louco por sua vizinha Julia... Julia brilha e se arrepia cada vez que esbarra com James... a combinação seria perfeita se suas famílias não fossem rivais há gerações. E, como se não bastasse, os dois são concorrentes no trabalho. Mas, mesmo com tudo jogando contra, quanto mais tentam resistir, mais forte fica o desejo. James e Julia entendem que precisam se manter afastados. O problema é: como? J. Sterling, autora conhecida por seus romances incríveis, recria em Quase Rivais a maior história de amor de todos os tempos. Neste Romeu e Julieta dos tempos modernos, há alguns detalhes que se repetem, mas o que poderia ser diferente?

Resenha


Sabe aquele livro delícia, rapidinho de ler? Quase Rivais é assim; o que eu imaginava quando soube que era uma releitura da história de Romeu e Julieta e exatamente o que eu estava precisando ler. 

As vinícolas das famílias La Bella e Russo são vizinhos em uma pequena cidade na Califórnia, mas a rixa entre eles já dura gerações e, ao que parece, a lenda é tão grande, que ninguém ousa sequer comentar como tudo começou. O problema ficou maior quando Julia La Bella nasceu, a primeira garota em muito tempo, e a possibilidade de que um envolvimento amoroso entre as famílias surgisse levou o pai de Julia a proibi-la de ver James Russo. Assim, eles cresceram; vizinhos, mas carregando um ódio de anos entre as famílias. 

Sim, o sr. La Bella tinha razão; no dia do aniversário de 4 anos de James, não se sabe como, Julia escapou do olhar vigilante do pai e correu para a casa do vizinho, onde tinha uma criança da idade dela e, naquele momento, James se apaixonou por um anjo. James passou anos tentando se aproximar de Julia; ele não aceitava a rixa entre as famílias e não entendia porque isso não acabava, mas parecia que Julia levava o ódio aos Russo muito a sério. Agora, adultos, eles trabalham nas vinícolas das suas famílias, mas a atração entre eles é cada vez mais evidente e, com um empurrãozinho do melhor amigo, Dane, James resolve tentar mais uma vez se aproximar de Julia. 
— Acho que uma parte de mim sempre supôs que ela vai parar de me odiar e admitir o que sempre soubemos.
— Que é o que exatamente?
— Que há algo entre nós. Eu sei disso. Ela sabe disso. É inegável.
— Sim, é. Todo mundo pode ver isso. Mas você deveria dizer a ela de verdade como se sente — ele me encoraja —, antes que alguém mais vá atrás dela e você perca a sua chance.
P. 27
Sim, Julia também sente-se atraída por James, mas só confessou isso uma vez para sua melhor amiga, Jeanine, isso pelo fato dela levar muito a sério as ameaças que o pai fez de deserdá-la caso ela sequer pensasse em se envolver com James. Claro que ela sempre trabalhou para a vinícola, não poderia perder seu trabalho, e certamente a confiança de sua família, por causa de um homem, que nunca tinha tido relacionamentos sérios e que, se um dia quisesse ficar com ela, seria unicamente pelo fato de ser proibido.

Mas o destino está do lado deles, e principalmente de James, que está mais do que decidido a acabar com essa rixa de uma vez por todas, porque a chance aparecerá e caberá a Julia, e a seus pais, aceitar o fim. 

Como o livro é curto, não tem muita enrolação, o que eu amei, afinal, o mimimi foram os anos anteriores na vida de Julia e James e, com algumas passagens do passado, entendemos como as coisas chegaram ao ponto que iniciamos a história. 
— Julia, quero estar com você. E não só por uma semana, um mês ou um ano. Estou nessa com você por um longo tempo. Tipo, para sempre, se formos tão bom juntos como casal quanto eu acho que seremos. Com isso dito, estou aqui para segurar a sua mão. Para ficar ao seu lado e forçar seu pai a ouvir a razão ou ajudá-la a se afastar dele e decidir seu próximo passo. É inteiramente por sua conta, mas, o que quer que decida, vou agir com você.
— Você faria tudo isso por mim?
Meus olhos começam a lacrimejar, e James aperta sua testa contra a minha.
— Faria qualquer coisa por você — suspira ele, e eu sei que está falando sério.
P. 107
Owntttttt 😍😍😍

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Um dos livros mais desejados do momento!Eu amo Romeu e Julieta e amo releituras rs E oh, amo também o trabalho sempre impecável da Faro.
    Então essa certeza de desejar muito ler ele o quanto antes.
    A gente precisa de leituras mais leves e aconchegantes no momento e esse é uma ótima pedida!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Angela, esse está uma delícia e é tão curtinho que a gente devora em um dia. Ameiiiii

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos. Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações