28 outubro, 2020


[Resenha] Problemas à Vista - Rachel Gibson


Ficha Técnica 

Título: Problemas à Vista
Título Original: Nothing but trouble
Autor: Sophie Kinsella
ISBN: 978-85-61784-89-8
Páginas: 320
Ano: 2014
Tradutor: Bianca Carvalho
Editora: Pandorga
A carreira de atriz de Chelsea Ross foi um fracasso total. O mais próximo que ela conseguiu chegar do estrelato foi sua performance brilhante como Garota bonita morta #1. Porém, deixar Hollywood para se tornar a assistente pessoal de um famoso jogador de hóquei pode ter sido a mudança mais idiota de sua carreira.
Os dias de glória da estrela contundida Mark Bressler chegaram ao fim. O ex-atleta bad boy poderia pelo menos tratar bem o mulherão em tamanho miniatura de cabelos cor-de-rosa que o Seattle Chinooks contratou para ser a sua assistente. Se Chelsea não precisasse do dinheiro, estaria fugindo do maior imbecil do mundo, tão rápido quanto suas pernas conseguissem levá-la.
Chelsea consegue lidar com a atitude malcriada de Mark e seu mau humor. O problema é aquele corpo e bíceps maravilhosos! E quando o bad boy começa a avançar o sinal com ela, Chelsea sabe que é hora de colocá-lo de lado, na zona de punição Se ao menos ela conseguisse resistir ao tipo de problemas que ele tem em mente!

Resenha


Eu comprei esse livro anos atrás, na verdade assim que ele foi lançado. Como o primeiro livro da série Chinooks Hockey Team, Simplesmente Irresistível, foi publicado pelo selo Jardim dos Livros da Geração Editorial e eu já havia lido, fiquei esperando que os demais livros fossem publicados por ela ou pela Pandorga, mas como ninguém fez isso, finalmente li Problemas à Vista, que é o quinto livro da série.  

Chelsea Ross tem 30 anos e está em Seattle após dar um tempo de sua vida em Los Angeles. Lá ela busca sua grande chance como atriz, mas infelizmente o que tem acontecido nos últimos anos é uma sequência trágica de papéis insignificantes, em filmes mais insignificantes ainda. Além do trabalho como assistente de várias celebridades de classes C e D, que foram experiências muito desagradáveis. Mas após seu limite ser ultrapassado, ela está em Seattle com sua irmã gêmea, Bo, que trabalha como relações públicas do grande time de hóquei Seattle Chinooks. Na verdade, estar próxima de sua gêmea e de sua família a deixa para baixo, afinal, todos são bem-sucedidos em suas profissões. 

Mas agora ela tem um plano: aguentar o trabalho de assistente do ex-capitão do Chinooks e receber, além do salário, um bônus de dez mil dólares, quantia mais do que necessária para ela fazer sua redução de seio, o que eliminará suas constantes dores nas costas e ombros e ainda ajudará sua carreira como atriz, afinal, precisarão dar atenção ao seu talento, não aos seus seios. 

Mark Bressler tem 38 anos e deveria ser grato por estar vivo. Há seis meses sofreu um acidente de carro que estraçalhou seu Hummer e acabou com sua carreira com jogador de hóquei. Ele dedicou sua vida ao hóquei, há pouco mais de um ano ele se divorciou, mas ainda tinha seu trabalho, mas agora? Estava no Seattle Chinooks há oito anos e há seis era o capitão do time. Um mês fora do hospital e não parece saber o que fazer de sua vida, apenas superar as constantes dores que sente. Seu time continua apoiando-o, enviado constantemente enfermeiras para ajudá-lo, mas Mark insiste em fazer com que elas se demitam, só não foi fácil fazer o mesmo com Chelsea. 
— Você normalmente se senta e pensa em várias formas de ser uma pessoa difícil ou é apenas um reflexo natural? Como respirar? 
Ele colocou os óculos espelhados na parte de cima do nariz. 
— Pensei que estava sendo agradável hoje. 
— Sério? 
— Sim. – Ele deu de ombros. 
Ela balançou a cabeça. 
— Não reparei. 
P. 204
Ela é dura na queda (como não ser se esta motivada com um bônus de dez mil dólares se concluir três meses de trabalho?) e, tendo experiência como assistente de celebridades, ela sabe como fazer seu trabalho, mesmo que ele não a queira por perto. Eles não se suportam; enquanto Mark é grosso e insuportável na tentativa de que Chelsea vá embora de sua casa ele não aguenta com a felicidade e as cores dela, sempre prestativa e não se importa nem um pouco com sua fama. 

Claro também que a atração surge, mas ambos sabem que não podem se deixar levar por ela, ainda mais quando passam a se conhecer melhor e Chels reconhece que todo o mau humor de Mark é derivado da incerteza de seu futuro, das dores constantes e da dependência de outras pessoas para coisas que ele faria sozinho. Entretanto, aos poucos, Mark vai se reencontrando, com a ajuda de Chels, ainda que ele incialmente não se dê conta disso. 

Adorei a história e queria muito mesmo que os demais livros da série fossem publicados no Brasil. Realmente é muito triste quando as editoras começam a publicar uma série e não concluem, eu como leitora me sinto abandonada. Acho melhor voltar a estudar inglês e para conseguir concluir algumas séries, hahaha. 


P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉 
Comentários
0
Compartilhe

0 comentários:

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos. Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações