24 fevereiro, 2021


[Resenha] Sempre ao Seu Lado - Rachel Gibson

Ficha Técnica 

Título: Sempre ao Seu Lado
Título Original: Tangled up in you
Autor: Rachel Gibson
ISBN: 978-85-60018-18-5
Páginas: 244
Ano: 2009
Tradutor: Vera Carvalho
Editora: Jardim dos Livros
Considerado pelos leitores um dos melhores romances escritos por Rachel Gibson, "Sempre ao seu lado" narra a história de Maddie Jones. A personagem volta à cidade onde nasceu, com pretexto de concluir seu livro, um thriller policial com todos os ingredientes de um bom suspense, duplo homicídio e traição, em uma trama envolvente. O que ninguém sabe é que os fatos são verídicos, e boa parte foi descrita no diário de sua mãe, assassinada junto com seu amante. Maddie Jones está determinada a descobrir o passado sórdido da cidade. No entanto, ela não conta com a possibilidade de se sentir atraída por Mick Hennessey, filho da mulher traída que matou sua mãe.

Resenha


Depois de anos sem ler livros da Rachel Gibson — não por falta de vontade e sim porque pararam de ser publicados no Brasil —, consegui recentemente em uma troca no Skoob este que é o terceiro livro da série Writer Friends (ainda que o primeiro não tenha sido publicado por aqui) e segundo da série Truly, Idaho

Madeline Jones é uma escritora de crimes reais, principalmente os que envolvem assassinatos em série. Ela está acostumada a entrevistar pessoas cruéis, capazes de crimes inimagináveis e por isso mesmo quem a vê percebe de imediato sua armadura de pessoa durona, mas não sabem que ela a criou para se proteger muitos anos atrás e simplesmente tem seguido assim desde então. Maddie nunca conheceu o pai e sua vida com a mãe sempre foi errante; mudando-se de um lugar para o outro enquanto a mãe buscava um amor verdadeiro que completaria sua vida. Mesmo buscando um amor verdadeiro, Alice não tinha muita sorte neste assunto, envolveu-se com muitos homens casados que prometeram deixar tudo por ela, e com solteiros que faziam as mesmas promessas, sem nunca cumpri-las. Isso as levou a pequena cidade de Truly, em Idaho, mas desta vez o envolvimento de Alice com um homem casado terminou de forma trágica: a esposa do traidor o matou no bar da família, matou Alice na sequência (que era garçonete no local) e suicidou-se a seguir. Com apenas 5 anos, Maddie viu sua tia-avó (que não gostava de crianças e dedicava todo seu amor aos gatos que criava) ir buscá-la para viver em Boise. Agora, aos 34 anos e com uma carreira de sucesso sob o pseudônimo literário de Maddie Dupree, ela encontrou os diários da mãe e sentiu a necessidade de escrever a história do crime ocorrido vinte e nove anos atrás. Para isso, ela voltará a Truly. 
… era um homem despudoradamente bonito. O tipo de beleza que virava a cabeça, parava corações e levava as mulheres a nutrir maus pensamentos. Pensamentos que envolviam bocas, mãos quentes e roupas emaranhadas, a respiração quente junto ao pescoço de uma mulher e amassos no banco de trás do carro.
P. 12
Lochlyn Michael Hennessey cresceu em Truly, mas as escolhas feitas por seus pais sempre estiveram presentes em sua vida. Seu pai, assim como praticamente todos os homens da família Hennessey que vieram antes dele, era um mulherengo e, só por esse motivo não deveria ter casado, mas mesmo assim o fez. Sua mãe sempre soube de todos os casos, mas ainda assim continuava casada; ela também demonstrava oscilações de humor, o que era mais um componente para as brigas constantes do casal, mas, mesmo assim, ninguém imaginou que ela chegaria ao ponto de extremo de matar Lock no Hennessey's, em seguida matar a garçonete com quem ele estava tendo um caso no momento e depois se mataria, deixando seus dois filhos, Meg e Mick, órfãos. Imaginem crescer em uma cidade pequena e ter esse histórico? Com os cidadãos especulando o assunto, esperando para ver se ele seria mulherengo como os homens da família, se sua irmã surtaria como a mãe, com uma avó que evitava qualquer assunto que fosse um pouco mais complicado. 

Depois de muitas brigas na adolescência, Mick saiu de Truly e serviu durante doze anos no exército, atuando em diversas missões ao redor do mundo, pilotando helicópteros… mas há dois anos ele retornou a Truly e desde então ajuda a irmã a criar o sobrinho. Claro que retornar a Truly fez com que sua vida sexual ficasse um pouco mais monótona, pois, aos 35 anos, ele não se imaginava casando e vivendo em uma pequena cidade, é o que se espera e as solteiras conhecem seu passado e com isso acreditam que o conhecem também e que conseguirão que ele enfim sossegue. 

É óbvio que antes de ir para Truly, Maddie investigou o máximo que podia sobre os Hennessey, sobre o crime e leu todos os diários da mãe, agora era encarar a parte mais difícil: chegar a cidade, conhecer os Hennessey e entrevistar o máximo de pessoas possível. Ela só não imaginava que sentiria atraída por alguém desta família, muito menos que Mick também ficasse interessado nela, o que, com sua abstinência sexual de quatro anos, é difícil de resistir. 

Enquanto investiga e tenta encontrar pessoas que a ajudem a entender o crime que tirou a vida de sua mãe, Maddie também busca se adaptar a viver em uma cidade pequena, ainda que temporariamente, concilia idas a Boise onde suas amigas continuam morando e onde será o casamento de Claire e Sebastian e vê uma gatinha se infiltrar em sua casa e Mick se tornar uma constante nos seus dias. 
Ela sempre considerou que se apaixonar era como bater de frente contra uma parede de tijolos. As pessoas, de maneira geral, apesar de saberem disso prosseguiam até levar um pontapé e finalmente concluir: Meu Deus, acho que estou apaixonada! Mas não foi o que aconteceu com Mick. Tudo começou sorrateiramente dentro dela antes mesmo que ela percebesse. Tudo aconteceu a cada sorriso e a cada toque. Um olhar, um beijo, uma coleira cor-de-rosa de gata, um aperto no coração, uma respiração acelerada após a outra até que ficou profundamente envolvida, e não pudesse mais negar. 
P. 199
Quando não imaginava mais que isso um dia aconteceria com ela, Maddie se viu apaixonada, mas será que Mick a perdoaria quando descobrisse ela era filha de Alice Jones, a última amante do pai dele? Como Meg encararia o relacionamento entre eles? Ainda que a tragédia tenha ocorrido quase trinta anos atrás, é preciso encarar e resolver o passado para viver o presente e, depois de ver Maddie e Mick juntos, torci muito para que eles encontrassem este caminho. 

Como mencionei antes, este também é o segundo livro da série Truly, Idaho e com isso temos aqui a presença de Delaney e Nick em algumas cenas, nos mostrando um pouco sobre o casal que conhecemos no primeiro livro da série. 

Eu adorei a história de Sempre ao Seu Lado, mas infelizmente a edição e revisão deixaram muito a desejar. Publicado em 2009, ano em que o novo acordo ortográfico passou a ser obrigatório, o livro tem muitos "erros" de grafia, por manter o acordo anterior. Além disso, há muitas ocorrências de erros de digitação, palavras sem espaçamentos entre elas, diálogos misturados, em alguns momentos sem travessão, outros com travessão desnecessário, palavras em negrito sem necessidade, mudança de cenário dentro de capítulo sem qualquer sinalização ou espaçamento. Não sei se depois a Jardim dos Livros fez uma nova revisão e publicou uma nova edição, mas se não fizeram, estou disponível, pessoal, isso faz com que nossa leitura não seja tão prazerosa quanto poderia ser, afinal a história perde com isso. Também seria muito bom ver os demais livros das séries que iniciaram ser publicados, algo que nós leitores amamos é ter coleções completas em nossas estantes. 

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

  1. Olá Layane,
    Gosto muito da escrita da Rachel e esse livro foi um dos últimos que li dela, no ano passado. Gostei muito da sua resenha, transmitiu bem o que senti lendo. Os erros me incomodaram um pouco também, mas acho que a falta de aprofundamento no crime me incomodou um pouco mais. Agora é ter esperança que venham mais livros, e mais corretos.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos. Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações