05 janeiro, 2022


[Resenha] Kyland - Mia Sheridan


Ficha Técnica 

Título: Kyland
Título Original: Kyland
Autor: Mia Sheridan
ISBN: 978-65-5933-027-0
Páginas: 320
Ano: 2021
Tradutor: Monique D'Orazio
Editora: Charme
Pobres sujos. Caipiras. Jecas. Povo do morro.
Tenleigh Falyn luta a cada dia para sobreviver em uma pequena cidade assolada pela pobreza, em uma região mineradora de carvão, onde ela vive com a irmã e a mãe, que sofre de uma doença mental. O que a mantém viva é seu sonho de ganhar a bolsa de estudos para a faculdade concedida a um só aluno pela carvoaria local e, com isso, escapar da dureza de sua vida.
Kyland Barrett também vive nas colinas e tem trabalhado incansavelmente ― quase passando fome, atravessando profunda solidão e lutando contra todas as probabilidades ― para ganhar a bolsa de estudos da Tyton Coal e ir embora da cidade repleta de tanta dor.
Ambos estão determinados a não se envolver com ninguém, mas um instante muda tudo. O que acontece quando só uma pessoa pode vencer? Quando uma só pessoa pode ir embora? E o que acontece com a que ficou para trás?
Kyland é uma história de desespero e esperança, perda e sacrifício, dor e perdão; mas, no final das contas, uma história de amor profundo e infinito.

Resenha


Depois de termos ficado órfãos sem nem ter chegado à metade da série Signos do Amor, a Editora Charme salvou nossos corações de fãs e retomou a publicação de onde a Arqueiro tinha parado.

Neste, que é o livro do signo de touro, conheceremos Kyland Barrett e Tenleigh Falyn, dois jovens que moram em Dennville, nas Montanhas Apalaches e, assim como a maioria dos habitantes da cidade, são extremamente pobres, principalmente depois que ocorreu um acidente na mina de carvão que era a principal fonte de trabalho para muitas famílias da região. Foi nesse acidente, inclusive, que Kyland perde o pai e o irmão mais velho, ficando praticamente sozinho com uma mãe que ninguém vê. Assim, o objetivo dele é ganhar a bolsa de estudos da Tyton Coal e ir embora para nunca mais voltar. Deixar os tempos de pobreza e fome no passado. Para isso, ele se dedicou duramente nos últimos anos aos estudos para garantir que nada ficaria no seu caminho, até o envolvimento que tinha  com algumas garotas era superficial — justamente para não prendê-lo ali.
Às vezes, minha vida parecia tão pequena. E eu tinha que me perguntar por que nós, que havíamos recebido vidas pequenas, ainda tínhamos que sentir uma dor tão grande. Não parecia justo.
P. 17
Tenleigh também não tem uma vida fácil, ela e a irmã, Marlo, vivem com a mãe em um trailer na mesma colina que Kyland — onde vivem os mais pobres da cidade. O pai abandonou a família quando ela tinha três dias de vida e a mãe tem algum transtorno psicológico/depressivo que os médicos não identificaram ainda (ou não quiseram identificar), mas, de qualquer forma, mesmo que tivessem, será que elas conseguiriam custear o tratamento? Atualmente elas se desdobram com empregos medíocres na cidade para comprar o remédio que a mãe — vira e mexe — deixa de tomar e volta a ter crises. O sonho de Tenleigh é ganhar a bolsa de estudos, cursar uma faculdade e tirar sua família daquela situação. E, não, ao contrário das outras garotas da sua idade, ela não tinha tempo nem interesse em garotos. A experiência do pai e do cara que havia partido o coração de sua irmã apenas para tirar a virgindade dela já havia lhe dado uma ideia do que esperar do sexo oposto.
— (…) isso é amar alguém. Estar disposto a fazer qualquer coisa pela outra pessoa, a fazer qualquer sacrifício, a sofrer para que o outro não precise.
P. 296
Entretanto, quando o caminho dos dois de fato se cruzam, fica realmente complicado para eles manterem suas resoluções tão firmes. Claro que eles já haviam feito algumas aulas juntos e ainda faziam, afinal estudavam na mesma escola, moravam na mesma colina, mas realmente perceber o outro é diferente e quanto mais eles se conhecem e percebem que têm o mesmo objetivo — conseguir a bolsa, que infelizmente só era concedida para um aluno —, o desejo de mudar de vida, de não passar tantas privações, até o fato de fazerem aniversário no mesmo dia vai fazendo com que eles fiquem mais e mais unidos — ainda que Kyland repita constantemente que, independente de ganhar ou não a bolsa, ele irá embora em busca de um futuro melhor.

A relação deles cresce aos poucos, mas é de uma verdade tão incrível que não tem como não ficar impressionado. Ver dois adolescentes que já sofreram tantas perdas, sofrem tantas privações e ainda conseguem pensar no outro antes de si mesmos é indescritível!

Mais uma vez Mia vai fundo nos sentimentos e mexe com a gente como não esperamos, eu pelo menos sempre acho que estou preparada para o que ela irá me apresentar, mas a verdade é que sempre sou completamente sacodida por essa mulher e suas histórias.😍
Tínhamos tudo o que precisávamos. Nada disso era grande. A maior parte era simples, mas o que eu sabia naquele momento era que o tamanho da sua casa, carro, carteira, não tem nada a ver com o tamanho da sua vida. E minha vida… minha vida parecia grande, cheia de amor e com significado.
P. 317



P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. O aclamado!!!Menina, mesmo eu não lendo tantos romances como deveria, confesso que estou maluca para ler esse livro, mas o abençoado não baixa o preço de jeito nenhum rs(minha pobreza tá u oh)
    Mas eu quero muito sentir esse livro, todo mundo fala do monte de sentimentos que a leitura nos apresenta!!
    Espero conseguir comprar em breve.
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Angela, acho que é a procura por ele mesmo, tanta gente atrás dele que o preço não abaixa, mas os livros da Mia mexem de uma maneira tão visceral na gente que é impressionante.
      Espero que você consiga ler em breve.
      Ah, você viu que o e-book dele ficou gratuito durante três dias na Amazon? Eu compartilhei no Instagram.
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos. Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações