16 março, 2022


[Resenha] Missão Romance - Lyssa Kay Adams

Ficha Técnica 

Título: Missão Romance
Título Original: Undercover Bromance
Autor: Lyssa Kay Adams
ISBN: 978-65-5565-245-1
Páginas: 320
Ano: 2022
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Arqueiro
Liv Papandreas tem o emprego dos sonhos: ela é chef confeiteira do restaurante mais badalado de Nashville, comandado por Royce Preston, uma celebridade da TV. O problema é que, longe das câmeras, seu chefe é um mau-caráter.
Certo dia, Liv flagra Royce assediando uma jovem recepcionista e, ao confrontá-lo, acaba demitida. Ela jura vingança, mas vai precisar de ajuda para derrotar alguém tão poderoso.
Infelizmente, isso significa recorrer a Braden Mack, um empresário carismático e mulherengo. Ele se oferece para revelar ao mundo quem Royce realmente é, mas Liv tem dificuldade em acreditar nas suas boas intenções. Assim, Mack precisa chamar reforços: os integrantes do Clube do Livro dos Homens.
Inspirados pelo romance que estão lendo, o Clube do Livro se une a Liv para derrubar Royce. Paralelamente, eles tentam ajudar Mack a encontrar o caminho para o coração de Liv… mesmo que ela esteja determinada a ignorar qualquer chama de paixão que surgir entre os dois.

Resenha


Ahhh, gente, segundo livro da série Clube do Livro dos Homens e eu estou com o coração quentinho do jeito que eu gosto. 

Braden Mack, o fundador do Clube do Livro dos Homens, está de volta e ele já começa o livro levando o grupo para uma missão desafiadora: comprar um romance em uma livraria, uma atividade no mínimo inusitada para todos eles, acostumados às compras on-line e encontros privados para discussão de seus livros. Além disso, todos são homens importantes ou famosos em Nashville, logo, claro que chamam atenção, ainda mais estando juntos.

Mas não foi apenas para escolher a próxima leitura do clube que eles estavam ali — onde escolheram o título O Protetor —, os outros queriam saber como estava o relacionamento de Mack com Gretchen, com quem estava saindo há quase três meses, mas ainda não estavam namorando.

A questão é que, mesmo sendo o criador do clube e seguindo à risca os manuais, Mack não parecia encontrar a mulher certa, embora saísse com mulheres "perfeitas", ele sempre se afastava, mas ele estava certo de que com Gretchen seria diferente. Ele queria casar, ter filhos, ter o seu "felizes para sempre".
— Já passou pela sua cabeça que Liv deixa você louco porque você está louco por ela? — perguntou Malcolm. — É o clássico "de inimigos a amantes".
— Clássico mesmo — concordou Gavin, assentindo e mastigando.
— Não acredito que isso aconteça na vida real — disse Mack para Gavin. — Achei que pelo menos você fosse entender que isso é loucura.
Gavin respirou fundo.
— Eu só conheço duas mulheres no mundo capazes de deixar um homem louco como você está agora. Sou casado com uma; a outra é irmã dela. Eu aconselharia você a ir com tudo.
— Ir com tudo? — repetiu Mack, a voz um guincho incrédulo.
— Por que não? — perguntou Gavin. — Mas preciso avisar que, se você a fizer sofrer, eu vou fazer você sofrer.
P. 157
Olivia Papandreas é a irmã caçula de Thea, esposa de Gavin, e nós a conhecemos no livro anterior também, então sabemos que ela é chef confeiteira em um restaurante badalado em Nashville, porém o dono e chefe, Royce Preston, é um cretino quando está longe das câmeras. Liv vem aguentando as grosserias há um ano com o objetivo de sair dessa experiência capaz de enfrentar qualquer coisa. É por isso que ela não aceita ajuda da irmã, e do cunhado, para abrir seu próprio restaurante, e também porque ela acredita que colocar dinheiro no meio da relação delas atrapalharia tudo.

O problema se tornou insustentável quando Liv testemunhou Royce assediando uma recepcionista do restaurante e, ao confrontá-lo, foi demitida e, é claro que como um bom babaca arrogante, ele ameaçou a carreira dela. Some aqui o termo de confidencialidade que Liv assinou ao aceitar o emprego, sem a denúncia de Jessica, a recepcionista, ela não poderia fazer nada.
— Estou nervoso.
Ela mal conseguia ouvir, com o sangue rugindo pelas veias.
— Por quê?
— Porque quero fazer isso direito.
— Imagino que você tenha experiência suficiente. Isso não deve ser um problema.
— Não é a experiência que importa. São as emoções. As minhas estão meio confusas.
Liv sentiu um aperto no peito.
— Uau. Quando acho que você está sob controle, você começa a dizer essas coisas superfofas.
— Não conte para ninguém. Vai estragar minha reputação.
P. 189
Isso tudo aconteceu justo no dia que Mack tinha ido ao restaurante de Royce e encontrou Liv lá — ele sabia apenas que ela era chef, mas não sabia onde e nós vimos que eles não tiveram o melhor dos primeiros encontros, não é mesmo? — Mas agora vejam o destino (autora kkkk) agindo aqui para unir duas pessoas: Mack planejou um jantar para comemorar três meses com Gretchen, do qual ele pretendia chegar a final sendo oficialmente "um namorado", mas levou o primeiro fora da vida. Encontrou Liv no restaurante e foi gentil com ela porque era o educado a se fazer, mesmo que ela sempre se mostrasse hostil com ele. Liv acabou vendo "o que não devia" (será?) e foi demitida. Os dois se esbarraram na saída do restaurante horas depois e Mack estava se sentindo culpado por Liv ter perdido o emprego (teve mais umas coisinhas aqui no meio, mas não vamos contar, né?!).

Desde o início nós percebemos que Mack é um cara bem resolvido e que está sempre flertando, sabe que as pessoas gostam dele e a reação de Liv claramente o incomoda, mas também percebemos que há algo por baixo de tudo isso, algo que ele esconde de todo mundo, talvez até dele mesmo.
— Eu achava que sabia o que fazia com as mulheres, Liv — sussurrou ele. — Mas aí eu conheci uma chef confeiteira, e meu mundo virou de cabeça para baixo.
P. 222
Do outro lado, Liv e a irmã cresceram em um lar caótico e isso reflete nas relações atuais delas. Thea, inclusive, mesmo sendo apenas um ano mais velha do que Liv, a trata como uma filha, e sua preocupação é nesse mesmo nível e Liv, sabendo disso e por causa da confusão que criou no livro anterior, tenta não levar mais problemas para a irmã. É por isso que ela não conta de imediato que foi demitida, nem a razão disso, e tantas outras coisas que Thea vai descobrindo aos poucos simplesmente porque Mack precisa da ajuda dos amigos e Gavin não deixa de contar nada para a esposa. Chega a ser cômico!

Enquanto o clube lê o livro O Protetor, um suspense romântico, Mack, Liv e os outros tentarão desmascarar Royce, porém, não é apenas isso que acontece nesse período, a atração entre Liv e Mack também se torna óbvia quando passam mais tempo juntos, mas ela é quem foge desesperadamente disso o quanto pode. Até ceder… dizendo para si mesma que é apenas casual, que é apenas atração física.

Óbvio que nós sabemos que não é, mas o passado de Liv a faz agir dessa maneira e ela não consegue ultrapassar a barreira que construiu ao longo dos anos. Entretanto, Mack, com todo seu conhecimento dos manuais, também precisará e contará com a ajuda dos amigos, afinal, como nós bem sabemos, por mais que a gente saiba das coisas, quando estamos vivendo a situação não conseguimos ver o todo de maneira clara e vou dizer uma coisa para vocês, quando Mack finalmente colocou para fora o que estava sentindo, nossa… partiu meu coração de verdade, ao ponto de eu chorar copiosamente (não é segredo para vocês que eu choro mesmo), mas foi tão visceral que não tenho outra maneira de tentar explicar.

Mais uma vez Lyssa foi incrível, com personagens maravilhosos, tanto protagonistas quanto secundários e construiu uma história que prende o leitor do início ao fim e o que eu sei é que eu quero um membro do Clube do Livro dos Homens para mim, por favor. Lyssa, por mandar um para mim?
— Eu não tenho como conversar com você assim. Você está agindo como, como…
Mack arqueou as sobrancelhas.
Liv firmou as mãos na cintura.
— Como um namorado superprotetor.
Mack ergueu as mãos.
— É porque eu sou! Talvez você não tenha reparado depois da noite de ontem, amor, mas eu estou fisgado.
A frase explodiu na sala e respingou em todos os presentes. Liv piscou, inspirou fundo.
O silêncio ensurdecedor foi seguido por um sussurro baixo.
— Eu sabia — murmurou o russo.
O caos se instaurou quando os rapazes pegaram suas carteiras e começaram a jogar dinheiro no russo.
P. 231

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Olá Layane
    Ainda não li O clube dos livros dos homens Ainda não achei o livro com um preço que posso pagar.
    Estou vendo muitos elogios sobre esse segundo livro da série algumas leituras gostaram até mais desse do que do primeiro.
    A série está fazendo bastante sucesso .
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eliane!
      Verdade, eu fiquei de olho nas promoções na semana do consumidor, mas nada aconteceu, fiquei arrasada :(
      Olha, eu adorei os dois igualmente, cada um tem suas particularidades, mas esse despertou uns gatilhos em mim mais fortes, sabe, porque a maneira como Mack se vê me lembrou muito de mim mesma, então bateu mais forte.
      Espero que você consiga uma boa promoção para comprar os dois, realmente são ÓTIMOS!!!
      Beijos

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos. Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações